Skip to content

The Justice Movement, desafiando gigantes

“A nossa luta é contra verdadeiros gigantes, mas apesar disso, nunca nos esquecemos de quem somos, para onde vamos e quem nós impactaremos. Nós somos o braço que alcança e a voz daqueles que não tem voz. É por isso que seguimos com esperança.”

Muitas vezes, nosso dia a dia é permeado por situações realmente desafiadoras e queremos te contar como temos lidado com tudo isso, sem perder a alegria e a esperança!

Mesmo com a quantidade de pessoas alcançadas e com todos os benefícios e impactos que produzimos através da nossa atuação, é possível dizer que estamos constantemente diante de verdadeiros gigantes.

Pode-se dizer que nos posicionamos no contra fluxo de pessoas e instituições que possuem grande influência em termos hierárquicos, financeiros, administrativos e em outras inúmeras áreas.

Por exemplo, existem assuntos como: negócios sem corrupção, melhoria da distribuição econômica entre as pessoas, desenvolvimento social, empoderamento das mulheres, proteção das crianças e adolescentes, que nem sempre são regidos por princípios de igualdade, justiça e valores. E nestes casos, nos posicionamos no contra fluxo e entramos em grandes tempestades por justiça e impacto social nessas áreas.

Outro desafio para nós, é de ordem financeira, assim como grande parte das organizações sociais no Brasil. Tudo o que qualquer organização faz é definido, em grande parte, pelo seu capital. Desta forma, esse fator define muito a velocidade e a sustentabilidade dos nossos projetos.

O Brasil é  um país em desenvolvimento e atravessa grandes desafios de ordem saúde pública, econômica, política e isto traz as demandas sociais para um lugar de grande urgência e profunda preocupação.

Você deve estar se perguntando: “Como o The Justice Movement, em meio a todos estes desafios, impacta, restaura, transforma e se comporta diante de contextos tão perigosos, adversos e esquecidos por instituições, governo e sociedade?

A razão pela qual seguimos focados em libertar aqueles que estão cativos, dar voz aos que não possuem voz e oferecer possibilidades de novos destinos, se baseia em dois fatores: sonho e propósito. Sonhar com um mundo diferente e manter uma atitude positiva e otimista mesmo com tantas injustiças. Isto não significa ignorância ou falta de reconhecimento dos desafios, significa, pra nós, que é possível ver vidas e histórias sendo completamente transformadas. E temos experimentado isso, o que nos impulsiona com mais propósito, a cada dia.

Além desses desafios enfrentados como organização, há também as adversidades e riscos pessoais que experimentamos, por estarmos atuando na linha de frente contra estruturas opressoras e criminosas. Não experimentamos medo porque ele é eliminado por essa clara, plena e sólida convicção do nosso propósito que está sendo cumprido. Mas ao mesmo tempo, a ausência do medo, não nos faz agir de forma leviana, tudo no nosso Movimento é feito por meio de planejamento, estratégia, oração e sabedoria.

Uma das experiências que alguns integrantes do nosso time tiveram em uma ação há um tempo atrás, foi um encontro inesperado com um suspeito traficante de mulheres. Alguns contam, que em um primeiro momento surgiu o sentimento natural de revolta e ira (que se estivesse com uma arma iriam acabar com ele) porque ele era supostamente um homem mau, corrupto, que sacrificava a vida de outras pessoas e de muitas famílias. Mas ao conhecerem este homem, o coração do nosso time se encheu de compaixão e misericórdia de tal forma que transformou a nossa perspectiva diante do caso: mesmo um homem opressor poderia se arrepender, ser devidamente contabilizado, cobrado pelas suas ações na justiça e a partir daí, ser transformado e ter um novo começo.

Apesar de algumas situações serem mais amedrontadoras, é também parte do DNA do nosso Movimento a experiência da prática de justiça e impacto social poder ser leve, alegre e agradável. Isso não quer dizer estarmos descolados da realidade daquele que sofre, que é explorado, que está em uma situação de injustiça e vulnerabilidade. Isso quer dizer estarmos sempre cheios de esperança pela mudança, é isso o que faz com que a nossa jornada seja leve. Somos sustentados por meio da fé que o Movimento carrega ao: olhar para o lado, se conectar em genuína compaixão com as pessoas injustiçadas, mas no mesmo instante, olharmos para cima, o lugar de onde vem a nossa esperança.

Apesar dos gigantes pelo caminho, a nossa expectativa como Movimento é ter estrutura de solidez e sustentabilidade, atuando para além de  ações emergenciais, mas trazendo também soluções para o desenvolvimento social e econômico e para mudanças de sistemas.

Não vamos nos retrair diante desses gigantes e estamos dispostos a seguir em frente como quem segue um alvo nobre que nos foi proposto: o de trazer esperança, transformação social e um novo despertar por justiça!

E você, que conhece agora um pouco mais sobre os nossos desafios, e também o que nos move, pode escolher ser parte dessa jornada! Ser parte das mudanças que tanto gostaríamos de ver no mundo. Ser parte dos relatos de Marias, Anas, Josés e Franciscos, que tem suas histórias radicalmente transformadas porque um dia alguém acreditou e se importou. Ser parte de algo que começa em nós, mas não termina em nós!

Invista em sonhos e transformação, seja um mantenedor do The Justice Movement! Clique AQUI

 

Posts Recomendados

2 Comments

  1. Sou cristã e estou estudando pra entra na polícia Federal. Desde que vi eles lutando contra o crime de exploração sexual eu despertei o desejo de ser instrumento nas mãos de Deus dentro desse órgão. E através de vcs que ainda fiquei com mais desejo. Vcs são inspiração . Quero poder um dia ajudar e fazer parte dessa comunidade tbm.

    • Olá Gleicy!
      Obrigado pela sua mensagem. Que imensa alegria saber que você tem o desejo de atuar contra esse tipo de exploração e que nós, de alguma maneira, pudemos te inspirar!
      Você já é parte da nossa comunidade, continue conectado com a gente!🖤

      Equipe The Justice Movement


Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortugueseSpanish